Quando considerar gestão de WiFi com SDN?

1
258

Você já deve ter ouvido falar em gestão de redes WiFi com SDN. É um conceito relativamente novo, por isso é comum que muita gente se pergunte o que, afinal, é SDN. Do inglês Software-Defined Network, o conceito pode ser literalmente traduzido como “uma rede definida por software”.

Na rede Legada, que utilizamos e conhecemos bem há muitos anos, encontramos vários ativos de rede (switches e roteadores) conectados por cabeamento UTP, fibra ótica, wireless. Na SDN, ao invés de termos a rede definida pelos tipos de equipamentos e suas interconexões, temos um software centralizado que define todo o seu seu comportamento.

Isso permite um amplo gerenciamento de fluxos de dados a partir de um único ponto de controle. Elementos de uma solução SDN incluem um controlador de SDN que gerencia a comunicação entre aplicativos SDN e a rede wireless e componentes de rede habilitados (ou seja, interruptores, controladores, pontos de acesso, roteadores, gateways e demais itens da rede).

Por que gerir WiFi com SDN?

Quando surge uma evolução tecnológica, a primeira pergunta que nos fazemos é: porque eu devo mudar? Eis alguns pontos que nos mostram quando devemos considerar necessária a gestão de WiFi com SDN:

1. Para centralizar decisões, distribuindo tráfego – Em geral, SDN separa o tráfego de plano de controle do tráfego plano de dados, para separar e centralizar as decisões sobre onde e/ou como a infraestrutura vai realmente enviar o tráfego.

2. Para melhorar a programação – Uma interface de programação de aplicativos SDN (API) é uma interface para o principal sistema de gerenciamento de rede (NMS), fornecendo as ferramentas e serviços necessários para permitir que várias aplicações de terceiros, como o MDM, Web Filtering, analytics, e outros interajam com os principais NMS. Isso centraliza todas as ferramentas e aplicativos que estão sendo usados ​​para executar a rede, reduzindo o custo e a complexidade da TI.

3. Para melhorar performance e experiência – Com a quantidade de dispositivos que são usados numa mesma rede (aqui também considerando ações de BYOD), é necessária uma conectividade onipresente. E as regras para a conexão devem ser capazes de mudar de forma transparente e dinâmica.

4. Para dinamizar o tráfego – Pela série de características apresentadas, podemos resumir este tópico: SDN define o melhor caminho de tráfego e o torna mais dinâmico.

A NFS é uma empresa estruturada na área de serviços de Reparo, Manutenção, Re-Manufatura em equipamentos de Rede, TI, Telecom, Equipamentos de Conectividade em Geral e Assistência Técnica Autorizada de diversas marcas Mundiais. Entre em contato com a nossa central de atendimento e confira como nossos serviços podem otimizar a rede de sua empresa!

E você, possúi alguma experiência em relação à gestão de WiFi com SDN? Conte para a gente na seção de comentários abaixo!

1 Comentário

DEIXE UMA RESPOSTA