Porque a conexão à internet da empresa está lenta (e como resolver)

0
219

Como todos os profissionais da área de TI já devem ter ouvido falar: os primeiros chipsets 801.11ac estão chegando. Mesmo assim, os chipsets atuais (802.11n) devem ser utilizados por muitos anos, seja em ambiente corporativo ou em nossas casas.

Nada a lamentar, exceto pelo fato de que os sonhados 300 Mbps – megabites por segundo – de velocidade de conexão que a geração-n promete raramente atinge algo perto disso. E para piorar, se torna um verdadeiro gargalo para dias em que o sinal esteja por volta dos 50/10Mbps.

Isso torna muito mais difícil o uso de conexões banda larga, execução de vídeos em streaming de 1080p de resolução, backups em larga escala e outras atividades que exijam alta conexão. Se pensarmos apenas pelo lado comercial da coisa, até tarefas simplórias, como executar tarefas em uma área de trabalho remota, se torna um sofrimento com uma conexão Wi-Fi lenta.

Portanto, se você está cansado de lentidão em seu Wi-Fi, mas não quer de jeito algum voltar a se conectar via Ethernet (conexão com fio), temos algumas dicas preciosas para ajudar a turbinar sinais fracos. E você nem precisa ser um especialista para isso! Acompanhe:

1. Checar se o roteador está programado para modo econômico/ecológico de energia

3_1-modo de energia do roteador

Para economizar alguns miliwatts, a maioria dos roteadores vem sempre com o modo de economia de energia já configurado de fábrica. Embora isso seja um objetivo muito interessante para a economia, por outro lado a banda de conexão se reduz de forma absolutamente desproporcional.

Se você prioriza velocidade de conexão à pequenas economias de energia, veja as configurações do roteador e procure por portas com o nome de “Transmission Power” ou modos “Eco”. Então, desligue-as. Além disso, também pode ser interessante checar se o seu roteador apresenta algum tipo de transmissão “automática”. Assim, você desliga essas configurações e consegue obter 100% de banda do equipamento em tempo integral.

2. Superar as leis da física

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Não estamos de brincadeira. Estudando ondas, percebemos que, à medida que aumentamos a distância, essas emissões se tornam menos potentes. Isso serve para o emissor de sinal de conexão e seu cliente. Se dobramos a distância entre um e outro, diminuímos pelo menos um terço do valor inicial de sinal.

Ao mesmo tempo, obstáculos no trajeto do sinal também interferem. Paredes e afins ajudam a diminuir essa recepção.

Um modo de se prevenir contra essas perdas de sinal é não deixar nenhuma superfície muito lisa e, sobretudo, metálica perto dessa emissão, pois irá “roubar” essas ondas emitidas, prejudicando a velocidade de conexão. Em suma, planejar com cuidado o local de instalação de um roteador é um grande passo, para obter boa velocidade de internet.

3. Aperfeiçoar a antena de seu roteador

3_1-aperfeiçoar a antena do roteador

No momento em que estiver promovendo uma instalação de infraestrutura de rede, seja no trabalho ou até mesmo em casa, algo a ser considerado é a alteração daquela antena que vem na estrutura do roteador. Isso pode parecer pouco, mas é de muita ajuda para emitir o sinal de forma mais potente.

Para lidar com essa alteração sem prejudicar a distribuição da sua Wi-Fi, alternativas muito interessantes são: uma antena omnidirecional – que espalha o sinal de forma dinâmica pelo ambiente – ou uma direcional que potencializa o sinal, emitindo com foco sobre um ponto específico.

4. Variar as frequências de CPU e suas consequências sobre sinais wi-fi

network adapter and cable

Aqui, a questão é evitar que a CPU consiga captar apenas uma frequência mais alta de sinal. Isso porque, por conta de um sistema que limita interferências, o tamanho da frequência interfere no tamanho de banda para a conexão.

A solução para isso é a instalação de um adaptador externo. Embora tenha o inconveniente de funcionar com fio, o adaptador amplifica o sinal. Para que funcione com maior eficiência, deve ser disposto entre o caminho do roteador e o CPU da máquina que irá captá-lo.

5. Problemas com firmware ou driver

3_1-problemas com firmware ou driver

Antes de ser necessário um reparo de equipamentos mais profundo, dois procedimentos bem simples podem ser feitos para influenciar na melhora do sinal da internet: atualizar o firmware do roteador e o adaptador de wi-fi, seja interno ou externo.

Além de colocar em prática essas dicas básicas, uma outra estratégia que precisa ser tomada por qualquer empresa que deseja boa distribuição de wi-fi é a de contar com um consultor de tecnologia. Esse é o profissional capacitado para solucionar quaisquer questões relativas à internet, tanto em casa quanto no ambiente corporativo.

Em segundo lugar, para organização e proteção dos dados da empresa, uma consultoria para projeto de TI, ajuda a implementar – ou aperfeiçoar, conforme o caso – a gestão de Tecnologia da informação da empresa.

Gostou das nossas sugestões? Quer boas facilidades para lidar com aspectos relativos a TI e aperfeiçoamento de conectividade à internet? Então consulte as vantagens da NFS!

Quais são as dificuldades que você encontra na distribuição de sinal? Compartilhe com a gente nos comentários abaixo!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA