Como é o funcionamento técnico de FXS/FXO?

0
877

Como é o funcionamento técnico de FXS/FXO?

Para começar, vamos recapitular o que e é FXS e o que é FXO. A FXS (Foreign eXchange Subscriber) é uma interface que faz a sinalização para um telefone analógico ou digital. É um plug que fica na parede, onde o fio do telefone é acoplado e por ali passam o sistema de telefonia, a energia e o som das chamadas. Portanto, é um mecanismo importante para o funcionamento da telefonia e, sem ele, não é possível realizar chamadas telefônicas no modo convencional – além disso, seu papel é muito importante na telefonia digital.

Já FXO (Foreign eXchange 0ffice) é uma interface que recebe sinalização da operadora de telefonia ou de uma central telefônica PABX. Todo telefone possui este plug, que deve ser conectado à interface Foreign eXchange Subscriber (FXS) para funcionar – é ela que permite o acesso do telefone à operadora de telecomunicação.

Em outras palavras, chamamos de FXO uma interface que recebe a linha telefônica analógica. Na prática, ela é um plug no aparelho telefônico, aparelho de fax, central PABX ou adaptador VoIP. Sua função mais aparente e fácil de compreender é indicar se o telefone está no gancho ou fora do gancho.

As portas FXS e FXO funcionam em conjunto. As portas FXO servem para se conectar com as portas FXS fornecidas pelas companhias telefônicas, que por sua vez, conectam o serviço ao aparelho telefônico e permitem que as pessoas façam e recebam ligações. Por isso, são conhecidas popularmente como plugs macho e fêmea. Isso porque elas estão sempre em pares. Uma não funciona sem a outra.

Funcionamento técnico das interfaces FXS e FXO

Para entender o funcionamento das portas FXS e FXO em uma chamada telefônica entre linhas diferentes, é preciso relembrar esta sequência:

Ao estabelecer uma ligação, nosso primeiro passo é retirar o telefone do gancho (dispositivo FXO). Neste momento, a porta FXS detecta que o telefone está fora do gancho. Depois, quando digitamos um número de telefone, ele é transmitido pela interface FXS em DTMF (Tom Duplo de Multifrequência).

Já quando fazemos uma ligação interna, entre ramais, por exemplo, acontece da seguinte forma: ao discar o ramal, a porta FXS recebe a ligação e envia um impulso técnico ao dispostivo FXO anexado; o telefone toca e, assim que a pessoa atender, está estabelecida a ligação.

Fato curioso: a linha telefônica analógica passa cerca de 50 volts de energia DC à porta FXS. É por isso que as pessoas sentem um leve “choque” quando tocam uma linha telefônica conectada. Isto permite que uma chamada seja feita no caso de um corte de energia.

É importante conhecer as definições técnicas, mas você não precisa se preocupar com isso. Você pode contar com os serviços da NFS Professional Services para obter os melhores resultados em telefonia. Entre em contato conosco.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorO que é FXS?
Próximo artigoO que é ATA?
A NFS Professional Services é uma empresa brasileira, prestadora de serviços nas áreas de Tecnologia da Informação e Telecomunicações, fundada em 1996 e pioneira no segmento de reparos de equipamentos para Provedores de Internet sem fio.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA