Cabos de rede Cat5 ou Cat6?

0
1545
network_cable__350_mhz__cat_5e

Dos vários tipos de cabos de rede, os mais utilizados são os padrões Cat5 e Cat6. Embora pareçam similares, podemos verificar as principais diferenças na tabela abaixo:

Tabela Frequência Bits Distância
Cat5 100MHz Até 100 Megabits 100 metros
Cat5e 155MHz Até 1 Gigabit 100 metros
Cat6 250MHz Até 10 Gigabits 55 metros
Cat6a 500MHz Até 10 Gigabits 100 Metros

Sobretudo, não é somente a escolha do cabo que determina a velocidade de transferência de dados entre os computadores da sua rede, mas é preciso ficar atento as especificações dos demais equipamentos da rede, como por exemplo, switchs e placas de rede.

Vejam abaixo as características dos padrões Cat5 e Cat6.  

Cat5: Os cabos desta categoria possuem os requisitos mínimos para redes 100BASE-TX e 1000BASE-T, que são os pacotes de rede Gigabit utilizados ultimamente. Por ser o mais antigo e lento, a velocidade máxima de 100 megabits, dificilmente esse modelo é encontrado à venda.

Cat5e: Substituto do Cat5. O “e” foi acrescentado para diferenciar os modelos, vem de enhanced, que significa “versão melhorada” do padrão Cat5. Este modelo possui menor interferência nas transmissões de dados e maior velocidade, foi feito para suportar conexões até 1 Gigabit.

É fácil descobrir qual é a categoria dos cabos, pois a informação vem impressa no próprio cabo, conforme exemplo abaixo:

http://www.projetoderedes.com.br/tutoriais/imagens/cat_cabo_04.jpg

Cat6: Este modelo de cabos de rede foi projetado inicialmente para ser utilizado no padrão Gigabit Ethernet, mas com o desenvolvimento dos cabos de categoria 5e, sua adoção foi atrasada. Mesmo com sua qualidade superior, os cabos categoria 6 obtém o mesmo alcance de 100 metros de comprimento dos padrões Cat5 e Cat5e. Em resumo, não há muito ganho na prática utilizar cabos Cat6.

Os cabos de categoria 6 suporta frequências de até 250Mhz e podem ser utilizados em redes 10 Gigabits, mas nesse caso o comprimento máximo é de 55 metros.

Cat6a: Este novo modelo de cabo foi criado para permitir o uso até 100 metros em redes 10 Gigabits. O “a” acrescido no nome do modelo Cat6 significa “augmented” ou ampliado. Para alcançar uma maior velocidade, esse modelo é fabricado com um conjunto de medidas para reduzir a interferência e perda de sinal. Pode chegar a ser operado em uma frequência de até 500Mhz.

 

 

 

Outras diferenças

É possível notar outras diferenças entre os modelos de padrão Cat5 e Cat6 e que podem ser observadas das seguintes formas:

Espessura dos cabos – Uma das formas encontradas para reduzir o crosstalk (interferência entre os pares do cabo) foi introduzir no Cat 6 um separador, que por consequência, aumentou 2,3mm do diâmetro do cabo em comparação com o modelo Cat5. Pode parecer muito pouca a diferença, mas se analisarmos vários cabos juntos, se torna algo considerável. Vejam o exemplo abaixo:

 

 

Conectores RJ-45 – Os conectores RJ-45 para cabos Cat6 são diferentes dos modelos Cat5. Novamente, com objetivo de diminuir o Crosstalk, a fabricação de um RJ-45 Cat6 tem a posição dos pares em formato de zig-zag. Já nos conectores modelo Cat5, os pares do cabo se posicionam lado a lado. Confira a diferença na imagem a seguir:

Cat5 – lado a lado (http://www.mediafire.com/convkey/a18b/24dv4o2jgkj8b0zzg.jpg)                                              

Cat6 – zig-zag (http://www.mediafire.com/convkey/648d/a8ae7t4qp6jz5jhzg.jpg)

Qual cabo devo escolher?

Após apresentarmos as diferenças técnicas entre os modelos de categoria de cabos de rede, a escolha do cabo ideal para a sua rede ficou mais fácil. Lembrando que os cabos Cat6 possuem maior qualidade, mas ele por si só não traz maior velocidade de transferência de dados. No caso de uma instalação de rede Gigabit Ethernet, escolher cabos categoria 6 traz uma pequena melhora de sinal, mas eleva consideravelmente o preço de implantação do projeto. Se compararmos custo X beneficío entre projetos de rede com Cat6 e Cat5e, a utilização do modelo Cat5e se demonstra mais atrativo.

E você, já ficou na dúvida de qual cabo utilizar na sua rede? Conte-nos sua experiência no assunto!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorVantagens de implantar um PBX IP
Próximo artigoConheça a NFS Professional
A NFS Professional Services é uma empresa brasileira, prestadora de serviços nas áreas de Tecnologia da Informação e Telecomunicações, fundada em 1996 e pioneira no segmento de reparos de equipamentos para Provedores de Internet sem fio.

SEM COMENTÁRIOS