3 dicas de manutenção preventiva para rede wireless

0
386

1

É impossível andar em um local de trabalho e não encontrar pessoas conectadas ao Wi-fi. Atualmente, as redes sem fio tornaram-se uma parte essencial no campo dos negócios. As grandes empresas oferecem essa ferramenta, pois sabem que ele é um grande conector onde fornece uma camada de comunicação padrão da indústria para diferentes dispositivos.

O suporte sem fio pode promover a boa vontade entre os visitantes, além de ativar a força do trabalho para manter-se conectado à empresa. Porém, caso não esteja bem configurada, a rede wireless pode não produzir os resultados que você está procurando. Para que isso não aconteça, algumas precisam urgentemente de uma manutenção preventiva. Aprenda agora dicas de como realizar esse procedimento.

1. Cuidado com as falhas

Muitas empresas buscam fazer uma implantação em toda a empresa. Mas é preciso saber se a rede irá atender às suas necessidades. Essa solução é feita por empresas que oferecem laptops, tablets e outros dispositivos de suporte sem fio para que seus funcionários naveguem na internet. Sendo assim, o Wi-Fi irá precisar de um grande ajuste.

Dependendo da situação, as fendas na armadura de Wi-Fi podem ficar evidentes. Além disso, é importante saber se os pacotes de software não irão apresentar falhas. Pois algumas redes podem apresentar falhas de comunicação ocasionais e essas não são ideais para uma empresa, que acabará oferecendo Wi-Fi gratuito para a região.

2. Atenção redobrada nos APs

Para uma instalação de Wi-Fi bem sucedida é preciso mais do que jogar alguns Access Points (APs). Ao realizar esse processo, você deve saber onde irá colocar os APs, além de se informar do que as paredes interiores são compostas e quantos APs precisam ser instalados.

O individuo deve localizar os APs Wi-Fi, tendo em mente que eles são um aspecto crítico da implantação sem fio. Uma boa escolha é usar APs localizados centralmente através do chão. Assim, o procedimento fornece de dentro para fora a cobertura. Outra escolha é ir de fora para dentro, onde se devem colocar os APs em cantos e também ao longo de lugares externos.

Caso o ambiente de trabalho não ofereça esse suporte, o empresário pode optar em usar APs high-end ao ar livre. Dessa forma, a rede wireless abrange todo o edifício do lado de fora das paredes físicas, sendo muito útil em situações onde há muitas pessoas.

3. De olho no sinal

Pode parecer lenda, mas a composição das paredes em um ambiente tem um papel mais que importante em quão longe o sinal do Wi-Fi viaja dentro do lugar. Segundo especialistas, casas construídas de madeira são ideais para fazer uma navegação rápida.

Já as paredes ligadas a pregos de aço e as paredes que apresentam concretos com vergalhões de aço não são bem recomendadas. Além disso, há outros obstáculos que impedem o sinal ser agradável no seu dispositivo.

Para saber se o sinal está em boa qualidade, o individuo deve buscar uma boa ferramenta para medi-lo. Há uma variedade de ferramentas disponíveis para ajudar os administradores a verificar a intensidade do sinal sem fio em vários pontos de um ambiente. Uma abordagem de dentro para fora fornece uma melhor cobertura, sem falar que o procedimento é de fácil implantação.

Que tal configurar a rede Wi-Fi de sua empresa da melhor maneira possível? A NFS oferece instalação, configuração e consultoria de redes para sua empresa. Faça já um orçamento!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA